A Andorinha Luísa Cruz e José Condessa na primeira produção de 2024 do TEC

05-01-2024

A Andorinha de Guillem Clua é a primeira produção de 2024 do TEC no Auditório da Academia das Artes do Estoril (futuro Auditório Carlos Avilez).

Peça para dois atores, este texto fala-nos de identidade e aceitação da diferença do Outro.

Cucha Carvalheiro é a encenadora deste primeiro espetáculo de 2024, com a participação de dois atores com grande reconhecimento público: Luísa Cruz, nome inegável da representação nacional e sinónimo de qualidade, pela primeira vez no TEC, e José Condessa, o nosso Hamlet, já com provas dadas de entrega e exigência no seu trabalho.

De destacar a participação especial de FF, ao dar voz a uma canção composta por Tiago Machado, estando a componente plástica de espetáculo a cargo de Fernando Alvarez, na cenografia e figurinos, e desenho de luz de Manuel Abrantes.

19 JAN | 11 FEV
Auditório da Academia das Artes do Estoril (futuro Auditório Carlos Avilez)
5ª a sábado 21h00 | domingo 16h00 

O programa de rádio da Alvor FM, Choque Frontal Ao Vivo celebrou no passado dia 15 de fevereiro, sete anos e teve como convidados os algarvios Entre Aspas que em 2023, assinalaram os 30 anos do lançamento do seu primeiro disco de originais. O Pequeno Auditório do TEMPO encheu-se para receber todos quantos se quiseram juntar a esta celebração.

Publicidade