Alcione enche o Campo Pequeno com espetáculo de comemoração dos 45 anos de carreira

O Grupo Chiado apresentou, na noite de domingo, 16 de fevereiro, Alcione, no Campo Pequeno. E a estreia, não podia ter sido melhor. Após três anos sem pisar os palcos portu­gueses, Alcione encheu a sala e encantou o público com a sua voz marcante. Este domingo, o Campo (parecia) Pequeno para as quase cinco mil pessoas que assisti­ram ao espetáculo de comemoração de 45 anos de carreira da cantora.

A noite começou com uma breve apresentação do cantor francês Matthieu Doat que fez vibrar o público com as suas duas últimas interpretações: "Como é Grande o Meu Amor Por Você" e "Trem das Onze". Estava feito o aquecimento para a grande festa que viria a seguir.

Perante uma sala cheia e uma plateia com imensa von­tade de dançar, foi com "Canta Brasil" que Alcione deu as boas vindas aos seus fãs. Entre boleros, uma pitada de jazz e muito samba, o repertório deste concerto terminou com 'bis' da música "Não Deixe o Samba Morrer".

O espetáculo deste domingo, no Campo Pequeno, fez parte da digressão "Eu Sou Marrom" e foi o concretizar do desejo de milhares de fãs que desejavam o regres­so a Portugal de "Marron", nome com que é carinhosamente apelidada, e que nesta passagem pelo país apresentou músicas inéditas e, claro, os êxitos "Estranha Loucura", "Você Me Vira a Cabeça", "Faz Uma Loucura Por Mim" ou "Meu Vício é Você".

@bapsafotography | Grupo Chiado