''Uma Frase Não Faz a Canção'' junta Isaura e Luísa Sobral pela primeira vez

Acabou de estrear e é a segunda canção que Isaura edita em Português, a primeira em parceria, numa parceria que também é inédita. "Numa segunda fase, quis rodear-me de pessoas que me desafiassem, que me inspirassem e me dessem a conhecer mais música, mais sensibilidade. A Luisa Sobral aparece como um nome incontornável dos que têm o coração no sítio certo ao escrever canções."

Clique na imagem para ouvir ''Uma Frase Não Faz a Canção''

"Quando pensei em fazer um trabalho de canções em português comecei uma viagem de que já tinha saudades; essas canções teriam de me saber bem, como as que eu fazia quando comecei a aprender a tocar guitarra, e ter também a minha sonoridade nova lá dentro. Quando escrevo canções em português, talvez pela sonoridade da língua ou pelas palavras que gosto de escolher, sinto que estão mais perto de virem a ser um fado do que uma canção synth-pop-alternativo ou o-que-quer-que-seja-o-que-eu-faço. Numa primeira fase fiz essa viagem sozinha, escrevendo e compondo os meus dias - a Liga-Desliga acontece", conta Isaura, referindo-se àquele que foi o seu primeiro single em português, editado em março deste ano.

"A Luisa aceitou fazer uma canção comigo para este trabalho que estava - estou - a preparar e foi bonito a rapidez e a facilidade com que conversámos e escorregou uma canção. Quando me sentei, a Luisa perguntou-me em que tonalidade queria escrever, eu respondi "mi maior"; ela perguntou sobre o que eu queria escrever, eu respondi "sobre escrever canções em português, sobre escrever em inglês não ser menos verdade, sobre por muito sincera que sejas nunca conseguires contar uma história inteira, sobre dizeres tudo e só dizeres uma parte mas quem lê achar que disseste tudo" e, sendo isto confuso, a Luisa percebeu exatamente o que estava a tentar dizer. Fui para casa com uma gravação no telefone que para mim era perfeita, não era passível de alterar; "Uma Frase Não Faz A Canção" a duas vozes. Convidei a Luisa para cantar esta canção comigo porque senti que a história já não era minha, era das duas; ela disse que sim."

Universal Music Portugal

Publicidade