Três Tristes Tigres lançam single do novo álbum

Chega em 2020 o novo disco de originais dos Três Tristes Tigres. Depois da reunião a convite do Teatro Rivoli e do ciclo de concertos que cortou o afastamento dos palcos, os Três Tristes Tigres apresentam Galanteio, um tema que actualiza o espírito e linguagem própria do grupo e antecipa o longa duração com data prevista de saída para o primeiro trimestre do próximo ano. 

Autores de alguma da mais intemporal música que conhecemos, a dupla Ana Deus e Alexandre Soares há muito que conquistou um lugar no pódio do imaginário cultural português. Da palavra cantada à dita, dos projectos a solo à continuidade de colaboração em Osso Vaidoso, os autores de O Mundo a Meus Pés são, por mérito próprio, dois dos mais criativos autores nacionais da última década, na música e nas fronteiras de cruzamentos desta com a dança, o teatro ou a literatura. O novo tema, que interrompe um hiato de dezassete anos na criação de originais, capitaliza nessa história inquestionável, sem saudosismos ou repetições. De um lado, encontramos as guitarras de Alexandre Soares, a jogarem entre a vertente mais crua e eléctrica e acústica espacial, do outro a voz de Ana Deus a transportar, de forma livre, os textos de Regina Guimarães para as partes sensíveis, as minorias e as coisas que sussusurram. Entre a profecia e a oração, a letra enuncia desejos de cura e de evolução, embalada por sintetizadores modulares, samplers granulares e percussão acústica.

Ao vivo, os Três Tristes Tigres são Ana Deus (voz), Alexandre Soares (guitarras/harmónica), Miguel Ferreira (teclados/programações), João Pedro Coimbra (percussão e sampler) e Rui Martelo (baixo). 

Foto: Direitos Reservados

Publicidade