O Festival F voltou a celebrar em Faro a música portuguesa durante 3 dias

14-09-2023
Jafumega
Jafumega

Nos dias 7, 8 e 9 de Setembro, o Festival F celebrou a sua 8ª edição no centro histórico de Faro e atravessou uma vez mais as muralhas da Vila Adentro até à Ria Formosa, onde apresentou o seu palco principal.

O último grande festival do Verão contou mais uma vez com um cartaz 100% português, distribuído por 9 palcos e espaços dinâmicos que contemplaram desde música a artes performativas, artesanato, exposições e tertúlias.

No dia da abertura do festival, nem a chuva que encharcou o recinto mesmo antes das portas abrirem, demoveu a multidão que se foi juntando nos vários palcos a partir das 18h. Mimicat abriu o Palco LUSÍADAS - Sé, que viria ainda a receber MARO e Supa Squad ao longo da noite. Já no Palco - SAGRES - Ria, o público juntou-se para cantar com Slow J, D.A.M.A e os santomenses Calema e ficou para dançar ao som do DJ set de Buruntuma já ao cair do pano.

No segundo dia, os veteranos Jafumega abriram o Palco LUSÍADAS - Sé com um vasto repertório de sucessos editados na década de 80. A estes seguiu-se um emotivo concerto de Bezegol e o "after" do último concerto de David Bruno antes de fazer uma paragem na carreira musical.

No Palco SAGRES - Ria, Mariza protagonizou um dos momentos que ficam para a história desta edição, quando convidou o público a iluminar o recinto com as lanternas dos telemóveis e desceu do palco para interpretar o tema "Melhor de Mim". Feito de um cartaz eclético, o Festival F celebrou neste mesmo espaço a nostalgia de Linkin Park com os Hybrid Theory, acompanhou de uma ponta à outra as rimas de Bispo e dançou ao som de Pete Tha Zouk.

No último dia da 8ª edição, o fadista Ricardo Ribeiro deslumbrou aqueles que, ao final da tarde, encheram o Palco LUSÍADAS - Sé. No mesmo local, Kappa Jotta entusiasmou a audiência com as métricas e ritmos que o tornaram um dos maiores nomes da atualidade no panorama do hip hop nacional e os Quinta do Bill viajaram entre os múltiplos êxitos de uma carreira mais do que consolidada.

Com uma multidão a perder de vista à sua espera no Palco SAGRES - Ria, Bárbara Tinoco atendeu a chamada e colocou a audiência em êxtase com os sucessos da sua ainda curta carreira. O mesmo aconteceu com o incontornável showman Pedro Abrunhosa, que protagonizou um dos concertos inesquecíveis desta edição. Seguiu-se uma hipnotizante atuação de Plutonio e, no fim da noite, Danni Gatto transformou o recinto numa eletrizante pista de dança.

A enorme adesão do público à 8ª edição do Festival F foi recompensada com grandes concertos ao longo dos três dias. Para além dos cabeças de cartaz, os espetáculos de artistas como Mimicat, iolanda, Eu.Clides, Marc Noah, S. Pedro, Bianca Barros, Plasticine, Tó Trips, Fogo Fogo, Noiserv, Nanook, Soraia Tavares ou José Pinhal Post-Mortem Experience demonstraram simbiose entre artistas e espectadores.

O sucesso do evento estendeu-se à programação paralela com excelente receptividade às seis tertúlias que tiveram lugar nos Claustros da Sé. Entre exposições e instalações artísticas, artes performativas, artesanato, um espaço lúdico-pedagógico para crianças e um bar flutuante, o festival provou mais um ano a sua ambivalência e diversidade de oferta.

A 9ª edição do Festival F está já confirmada. Nos dias 5, 6 e 7 de setembro do próximo ano, o Centro Histórico de Faro voltará a contar com o último grande festival de verão.

Vera Lisa | Ricardo Coelho

Jimin, membro dos BTS, ícones pop do século XXI, acaba de lançar o seu segundo álbum a solo, "MUSE", já disponível nas lojas e plataformas digitais. O álbum chega um ano depois do lançamento do seu primeiro álbum a solo, "FACE".