O Artes à Vila vai transmitir online concertos de música portuguesa, em direto do Mosteiro da Batalha

As Capelas Imperfeitas e o Claustro Real do Mosteiro Santa Maria da Vitória, recebem no sábado 27 de Junho, concertos do músico portuense Manel Cruz e do antigo vocalista dos Jafumega - Luís Portugal, o Gajo e o rancho folclórico Rosas do Lena. O Artes à Vila será apresentado pelo oVo Mau a partir das 20h30.

Com uma edição dedicada à música nacional o Artes à Vila estará disponível nas plataformas online do festival e pode assistir sem sair de casa aos concertos.

Neste contexto excecional e imprevisível, o Artes à Vila realiza-se sem público e em direto do Mosteiro da Batalha, apoiando a economia da cultura a manter a música bonita a tocar e, celebrar com os portugueses a cultura e o património nacional.

Uma celebração da música portuguesa, tradicional e contemporânea, acessível por todo o mundo a partir das redes sociais e da página web do festival.

Manel Cruz - Depois de lançar em 2019 o seu primeiro álbum em nome próprio - "Vida Nova" -, o músico do Porto atua a solo no Festival Artes à Vila.

Luís Portugal - O antigo vocalista dos Jafumega leva-nos numa viagem pela língua portuguesa através dos poetas cantados, José Afonso, Ary dos santos, José Luís Tinoco, Carlos Tê, José Soares Martins, entre outros.

o Gajo - João Morais escolheu em 2016 a Viola Campaniça para expressar a sua arte. Este instrumento de raiz tradicional Portuguesa é assim a figura central de um projecto instrumental.

Rosa do Lena - Fundado 1963, o Rancho Folclórico Rosas do Lena é uma representação etnográfica do concelho da Batalha e da Alta Estremadura.

oVo Mau - Junta-se um Mário Bomba a um Paulo Cintrão, sem cortar nada. Agita-se um Carlos Moura e, ainda efervescente, adiciona-se um Ricardo Karitsis. Envolve-se tudo na mesma massa e deixa-se crescer, sem repousar.