Marisa Monte de regresso a Portugal para 2 concertos da tour ''Portas''

25-03-2023

Depois do enorme sucesso da sua passagem por Portugal no ano passado, Marisa Monte está de regresso ao nosso país em 2023 para mais dois espetáculos imperdíveis. Um dos maiores nomes da música brasileira e de toda a música cantada em português abre de novo as "Portas" para os fãs portugueses. Além das canções do novo álbum, o repertório destes espetáculos destaca também os momentos mais importantes da longa e profícua carreira da cantora e compositora brasileira.

Os bilhetes encontram-se à venda em meoblueticket.pt e nos locais habituais. Marisa Monte atua no dia 22 de novembro em Lisboa, na Altice Arena, e no dia 24 de novembro no Porto, na Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota.  

Nascida no Rio de Janeiro, no dia 1 de julho de 1967, Marisa Monte desde cedo demonstrou interesse pela música e, ainda criança, fez aulas de piano e bateria. Ouvia Maria Callas e Billie Holiday assim como Carmen Miranda e a música brasileira. Com 18 anos, foi morar em Roma, disposta a aprofundar os estudos de canto lírico. Logo na sua primeira apresentação no Jazzmania, no Rio de Janeiro, em setembro de 1987, a repercussão foi enorme. Estava encontrada a nova sensação da cena musical brasileira.

Rapidamente se tornou conhecida tanto pelo público jovem de rock como pelo público mais adulto de jazz e de MPB. "MM" (1989), o primeiro disco, trazia samba, jazz, black music, blues, soul, bossa nova e rock. O lançamento de seu segundo disco "Mais" (1991), com as primeiras parcerias com Nando Reis e Arnaldo Antunes, revelou Marisa Monte como compositora e com um estilo muito próprio, que refletia as suas múltiplas influências musicais. Desde aí os sucessos seguiram-se uns atrás dos outros, graças a discos clássicos como "Barulhinho Bom", "Memórias, Crônicas, e Declarações de Amor", "Infinito Particular" e "Universo ao Meu Redor", registos que confirmaram Marisa como um dos maiores, mais acarinhados e mais respeitados nomes da música brasileira. Em 2002, após inúmeras parcerias, Marisa juntou-se a Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes para lançar o disco "Tribalistas". O sucesso do disco foi nacional e internacional, oferecendo ao público uma coleção de hits como "Já Sei Namorar", "Velha Infância" ou "Passe em Casa".

"Portas" é o mais recente disco a solo de Marisa Monte, gravado durante a pandemia e com as bases feitas em estúdio, no Rio de Janeiro. Posteriormente, houve sessões remotas em Lisboa, Los Angeles, Madrid, Barcelona e Nova Iorque. O trabalho conta ainda com arranjos de Arthur Verocai, Antonio Neves e Marcelo Camelo e participações especiais de Seu Jorge e Flor. Todos esses movimentos resultaram num disco global que promete conquistar o público português também ao vivo.

A cantora brasileira atua dia 22 de novembro em Lisboa, na Altice Arena, e dia 24 de novembro no Porto, na Super Bock Arena - Pavilhão Rosa Mota, num espetáculo com direção e concepção visual de Cláudio Torres, Batman Zavarez e da própria Marisa Monte. No palco Marisa é ainda acompanhada por Dadi (baixo, teclado e guitarra), Davi Moraes (guitarras), Pupillo (bateria), Pretinho da Serrinha (percussão, cavaquinho e voz), Chico Brown (teclado, guitarra, baixo e voz), Antonio Neves (trombone, adaptações e arranjos de metais), Eduardo Santanna (trompete e flugelhorn) e Lessa (flauta e sax).

Música no Coração

A menos de 24h de revelarem ao mundo o seu muito aguardado novo álbum de estúdio, "Dark Matter", os Pearl Jam lançam mais um single retirado do seu 12.º disco de estúdio, "Wreckage", já disponível em todas as plataformas digitais.

Isaac Costa, cantor e compositor, lança o seu novo single "Paris". Com letra e guitarras de Isaac e Catana (vencedor do projeto MEO the Search 2024), e Produção de G. Latto.