Mais de 50 artistas de ''Mão Dada a Moçambique'', dia 2 de Abril, no Capitólio

De Ana Moura a We Trust, passando por Conan Osíris ou Salvador Sobral, mais de 50 artistas juntam-se a Selma Uamusse e, de "Mão Dada a Moçambique", atuam dia 2 de abril, no Capitólio, em Lisboa, com transmissão mundial, através da RTP 

Mais de 50 artistas, nacionais e internacionais, vão contribuir com a sua voz e presença no evento de angariação de receitas "Mão Dada a Moçambique", que decorre a 2 de abril, no Capitólio, em Lisboa, a partir das 21H00 e terá transmissão mundial através da RTP - Rádio e Televisão de Portugal. Os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais (ver informação completa em baixo).

Clique na imagem para comprar bilhetes

Não podendo apoiar a totalidade de organizações, pessoas e instituições que estão na zona centro de Moçambique a tentar, em contra-relógio, debelar a catástrofe humanitária em curso resultante da passagem do ciclone Idai, Selma Uamusse, mentora e organizadora de "Mão Dada a Moçambique" escolhe focar-se em oito associações, entre as quais serão divididas as receitas angariadas em partes iguais, após assinarem a carta de compromisso pública, que garante a transparência e monitorização da aplicação das verbas por um auditor de contas independente.

Todas as instituições estarão representadas no Capitólio e os respetivos porta-vozes darão conta do que já estão a fazer no terreno e o que prevêem fazer a médio e longo prazo. As associações beneficiárias serão a AMI - Fundação de Assistência Médica Internacional; Cáritas Portuguesa; Cruz Vermelha Portuguesa; Médicos Sem Fronteiras; Associação HELPO; Fundação Girl Move; Iris Relief; e a ACRAS- associação cristã de re-inserção e apoio social.

No dia 2 de abril, o Capitólio abre às 20H00 para receber o público e, a partir das21h00, tem início o espetáculo, com os artistas a interpretarem 1 ou 2 temas, a solo ou acompanhados por outros artistas, em formato acústico. A RTP - Rádio e Televisão de Portugal vai transmitir o espetáculo, em direto, nos seguintes canais: RTP1; RTP Play; RTP África; RTP Internacional (Europa); Antena 3; RDP África; e RDP Internacional. Através da RTP Internacional, a América e a Ásia receberão a emissão em diferido, de acordo com os respetivos fusos horários. Durante o dia, a partir das 10H00, RTP 1, RTP Play, RTP Internacional e RTP África farão uma emissão especial, dedicada à situação em Moçambique. Estarão abertas linhas para chamadas de valor acrescentado, assim como o call center, destinado a assistir e esclarecer pessoas que estão fora de Portugal e/ou que queiram doar um valor superior.

A tragédia devastadora que desabou sobre Moçambique é um chamamento que desaba sobre Portugal. A ajuda ao nosso alcance não se depara com os 10 mil quilómetros de distância, mede-se antes pela urgência e disponibilidade com que nos acercamos de um irmão aflito.

Há apertos que estreitam laços, e não leiam isto como uma alegoria fútil, mas como uma oportunidade. A devastação causada pelo ciclone Idai é inimaginável, então façamos também crescer a nossa ajuda para além do que se consegue imaginar. Há apertos que entrelaçam dedos; é hora de andar de Mão Dada a Moçambique.

Samuel Úria

As 3 categorias de bilhetes de "Mão dada a Moçambique", cujas receitas revertem para as 8 associações indicadas, estão à venda a partir de hoje nos locais habituais:

Bilhete Geral de acesso ao espetáculo - Preço 20€ - plateia em pé. À venda emblueticket.pt e nos locais habituais.

Bilhetes-Donativo sem acesso ao espectáculo - 2 Categorias de preços - 20€ e 30€ - podem ser adquiridos em Portugal, nos locais habituais, e em qualquer parte do mundo, em blueticket.pt; destinam-se a pessoas, famílias, empresas e organizações, nacionais ou internacionais que, não querendo ou podendo assistir ao espetáculo, pretendem contribuir.

Para reforçar a angariação de receitas junto do público presente no Capitólio, será vendida a edição especial da Visão "Moçambique no Coração", com preço de capa a 2,5€. A totalidade das verbas arrecadadas será doada à missão da Cruz Vermelha em Moçambique.

Obter o maior valor de receitas possível, para ajudar o máximo de vítimas do Idai é o objetivo de artistas e parceiros que se unem neste evento, e que desde já agradecem todos os contributos financeiros que serão dados, do mais modesto, ao mais generoso.

Lista completa dos artistas que vão, de Mão Dada a Moçambique, actuar no Capitólio:

Ana Moura, André Cabaço, André Tentugal, Benjamim, Best Youth, Celina da Piedade, Conan Osiris, Costa Neto, Couple Coffee, Cristina Branco, D'Alva, Dino D'Santiago, Elisa Rodrigues, Ellas e o Jazz, Gisela João, Golden Slumbers, Gospel Collective, Héber Marques, Isabel Novella, Joana Alegre, Joana Barra Vaz, Jónatas Pires, Luisa Sobral, Karyna Gomes, Márcia, Maria João, Marina Lambujo, Marta Ren, Matay, Mistah Isaac, Moullinex, Noiserv, Paulo Flores, Rita Redshoes, Rodrigo Leão, Salvador Sobral, Samuel Úria, Sara Tavares, Selma Uamusse, Señoritas, Surma, Susana Travassos, Tatanka, The Legendary Tigerman, Uxía e We Trust.

Publicidade