Luke Winslow-King apresenta novo álbum - Em Outubro estará em Portugal

10-05-2022

O cantor, compositor e guitarrista norte-americano Luke Winslow-King está de regresso com o novo disco "If These Walls Could Talk". O músico de blues, jazz estará em Portugal em Outubro para apresentar o novo trabalho ao vivo.

O novo álbum, "If These Walls Could Talk", nasceu de uma mudança para Espanha por amor. Com lançamento pela Ghost River Records, com sede em Memphis, "If These Walls Could Talk" é um disco solto e vibrante que é o mais desafiador de Winslow-King até hoje. Gravado em janeiro de 2020 na Memphis Magnetic Recording Co., Luke juntou amigos e artistas de longa data de Itália, Nova York, Michigan e Nova Orleães. A banda, que conta com o mestre italiano da guitarra de blues Roberto Luti, gravou ao vivo com o produtor Dominic Davis (Jack White, North Mississippi Allstars, Greensky Bluegrass) e a sua familiaridade brilha ao longo do disco. Além disso, a realeza de Memphis, incluindo o Reverendo Charles Hodges (Al Green) e The Sensational Barnes Brothers, compartilham os seus talentos no órgão Hammond e no coro, respectivamente, adicionando força musical extra.

Winslow-King canta sobre locais específicos em "If These Walls Could Talk": "Winds of Aragón" olha para o futuro, homenageando a sua nova casa no norte de Espanha, enquanto o single "Lissa's Song" - uma ode acústica e ruidosa à falecida e lendária artista de rua de Nova Orleães Lissa Driscoll. O trabalho de slide guitar de Roberto Luti adiciona um elemento assombroso aos confortos sussurrantes de Winslow-King.

O álbum "If These Walls Could Talk" apresenta uma coleção de vinhetas musicais, janelas para salas de lugares onde Luke viveu e onde outros já faleceram. "O álbum celebra a vida dos vivos e dos que partiram ao mesmo tempo, entrando nessa ideia do que resta de uma pessoa quando ela se foi - essa ideia de que uma pessoa pode existir num lugar e quando parte, algo é deixado para trás por causa do que aconteceu entre as paredes," Winslow-King reflete. "Essas coisas que permanecem das pessoas continuam ressoando através dessas músicas. É isso que une tudo".

AGENDA:

04 Outubro | Lisboa Connection Fest - Auditório Carlos Paredes

05 Outubro | Setúbal - Casa da Cultura

07 Outubro | Caldas da Rainha - Centro Cultural e Congressos

08 Outubro | Arcos de Valdevez - Casa das Artes

Daniela Pinto | Foto: D.R.

Publicidade