Jorge Palma no Centro Cultural Vila Flor - 10 de maio

No próximo dia 10 de maio, às 21h30, é aguardada a chegada do Expresso do Outono ao palco do Centro Cultural Vila Flor (CCVF), em Guimarães. Com um trajeto artístico de mais de 40 anos, Jorge Palma foi capaz de criar algumas das canções mais marcantes do pop-rock feito em português como Frágil ou Dá-me Lume. Agora embarca no Expresso do Outono, uma viagem de longo curso capaz de chegar a alguns dos melhores momentos do seu percurso. Juntamente com o filho Vicente Palma (guitarra e teclados) e outros quatro músicos de gerações mais jovens que a sua, o músico, cantor e compositor vai dos seus temas mais acústicos aos sons mais elétricos do seu repertório. 40 anos de carreira apresentados no seu habitat natural, o palco.

A viver um dos seus melhores momentos, Jorge Palma tem partilhado com o público mais de 40 anos de carreira e é em palco que o vemos no seu esplendor. No seu mais recente espetáculo, intitulado Expresso do Outono, o músico e compositor vai conjugar sonoridades elétricas com outras, mais acústicas, percorrendo um caminho com paragens nas diferentes musicalidades que constituem o universo de Palma e fazem parte da História da música portuguesa com temas como Estrela do Mar, Canção de Lisboa, Dá-me Lume, Frágil, Dormia Tão Sossegada, Jeremias, Portugal, Portugal, A Gente Vai Continuar, Deixa-me Rir, Encosta-te a mim, entre outras.

Em palco, numa performance em que se antecipa uma viagem sem pressa para chegar ao destino, o artista vai emprestar a sua voz ao piano e à guitarra e é acompanhado pelos músicos Pedro Vidal (guitarras e direção musical), Gabriel Gomes (acordeão), Vicente Palma (guitarra e teclados), Nuno Lucas (baixo) e João Correia (bateria).

Jorge Palma, de 68 anos, dispensa apresentações. Com mais de 40 anos de carreira é um nome incontornável do panorama musical português. A sua obra contém canções amplamente transversais que se tornaram hinos intemporais. Compositor, poeta, intérprete e exímio pianista, o percurso de vida de Jorge Palma observa-se sempre a par da música. Tendo começado a aprender piano com seis anos de idade, mais tarde, correu a Europa de guitarra em punho tocando nas ruas de cidades como Paris e Copenhaga. Terminou o Curso Superior de Piano em 1990 e editou vários discos de originais, compondo êxitos, somando discos de ouro, tendo atingindo a marca da dupla platina com Voo Nocturno. Venceu o prémio José Afonso em 2002, e em 2008 e 2012 foi o vencedor do Globo de Ouro na categoria de melhor intérprete individual. O seu álbum Com Todo o Respeito foi ainda galardoado pela Sociedade Portuguesa de Autores com o prémio Pedro Osório. O período mais recente da vida de Jorge Palma é marcado por um momento de grande atividade no qual se destacam projetos como Juntos em que partilha o palco com Sérgio Godinho e ainda a celebração de discos históricos como Bairro do Amor e , tendo este último resultado na edição de SÓ ao vivo em 2017.

Os bilhetes para este concerto estão disponíveis pelo valor de 20 euros (1ª e 2ª Plateia) ou 25 euros (Cadeiras de Orquestra) e poderão ser adquiridos, como habitualmente, nas bilheteiras do Centro Cultural Vila Flor, do Centro Internacional das Artes José de Guimarães e da Casa da Memória de Guimarães, bem como na internet em www.ccvf.pt e oficina.bol.pt.

Publicidade