Hat Weekend 2019 contou com mais de 30 mil visitantes

Foram mais de 30 mil os visitantes que, entre os dias 18 e 21 de julho, se deslocaram a S. João da Madeira para assistir aos quase 60 espetáculos do Hat Weekend.

O festival, que pretendeu olhar para a história e atualidade do chapéu e a sua indústria, ficou marcado este ano pela forte aposta no envolvimento da comunidade na programa ação do evento.
Jorge Vultos Sequeira, presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, destaca a "qualidade e inovação do programa, com propostas surpreendentes, muitas das quais com grande envolvimento comunitário, outra das grandes características do Festival do Chapéu, patente em espetáculos como a Ondamarela e Lúmen ou o Labirinto Sensorial. A comunidade e os comerciantes apropriaram-se do evento, que registou uma grande adesão de público durante os três dias do programa." 

Ao longo dos três dias de evento, foram diversas as atividades de acesso livre que ocuparam as principais praças e artérias da cidade, num movimento que envolveu cafés, restaurantes e lojas, trazendo, para a rua, os cidadãos e reforçando as valências da cidade enquanto ponto de turismo nacional.

A marca desta edição do Hat Weekend permanece em S. João da Madeira, desde logo com a instalação artística de chapéus gigantes, que continuará a chegar a diferentes pontos da cidade até ao final do ano. É igualmente possível apreciar o Circuito de Arte Urbana do festival, composto por cinco murais temáticos sobre o chapéu, que passaram a valorizar diferentes lugares do concelho.

Publicidade