Grandes nomes internacionais no Cine-Teatro Louletano

A nova temporada artística do Cine-Teatro Louletano, prevista para os meses de setembro a dezembro, assenta parte da sua programação artística na inclusão de intérpretes de referência internacional, neste caso com as estreias absolutas no Sul do país de Tim Bernardes, uma das maiores revelações da nova música brasileira (a 18 de setembro), e de Jack Broadbent, o bluesman moderno, porventura mais entusiasmante do nosso tempo (a 23 de novembro).

Tim Bernardes é músico, compositor, produtor musical e multi-instrumentista. Já trabalhou com nomes como Tom Zé e David Byrne, entre outros. Com a sua banda, "O Terno", tem três discos e um EP lançados, todos com composições da sua autoria. A solo, estreou-se em setembro de 2017 com "Recomeçar" que integrou as principais listas de melhores álbuns desse ano, incluindo a Rolling Stone que não só destacou o LP como também dois temas, consolidando Tim Bernardes como um dos grandes compositores brasileiros da sua geração. Fora do Brasil o trabalho também recebeu reconhecimento, com a nomeação para o Grammy Latino de 2018 na categoria de Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

Já Jack Broadbent é figura de referência do mundo dos blues. O talentoso cantor e compositor tem deixado públicos fascinados com os seus espetáculos ao vivo e com o seu estilo inigualável de tocar slide guitar. Nascido na Inglaterra rural, numa família onde a música era uma presença constante, Jack Broadbent aponta as suas influências para John Lee Hooker, Peter Green, Jimi Hendrix, Robert Johnson e Crosby, Stills, Nash & Young.

O reconhecido músico algarvio Vitor Bacalhau fará a primeira parte do concerto de Jack Broadbent, numa parceria entre o Cine-Teatro Louletano e a Blues a Sul - Associação de Blues do Algarve, a qual também contemplará a realização de vários workshops de blues durante o mês de novembro em Loulé.

Ingressos no Cine-Teatro Louletano, locais aderentes ou on-line através da plataforma BOL

Publicidade