Francisco Moreira lança ''Todos os Fados São Meus'' em todas as plataformas digitais

"Todos Os Fados São Meus" é o álbum de afirmação definitiva de Francisco Moreira no Fado. Com uma discografia que começou na infância e passou pela adolescência, é com este novo disco que o fadista demonstra que o Fado é o caminho que quer e vai seguir ao longo da sua carreira.

Este trabalho discográfico comporta um pouco de todas as nuances do Fado. Tanto nos oferece Fado Tradicional com poemas antigos, como canções fadistas intemporais. Dá-nos fados compostos propositadamente para este álbum, homenageia grandes fadistas da História e tem espaço para Francisco Moreira se apresentar igualmente como letrista. O acompanhamento musical é de excelência, fiel à essência daquilo que é acompanhar o verdadeiro Fado, assente nas guitarras portuguesas de João Martins e Miguel Amaral (este segundo na interpretação de um tema por si composto), na viola de André Teixeira e no contrabaixo de Filipe Teixeira.

Poeticamente, as canções passam inevitavelmente pelo Amor, pela Saudade, pela descrição de lugares e pessoas, pelo retrato das alegrias e tristezas da vida. O maior destaque vai para "Todos Os Fados São Meus", o tema que dá nome ao álbum, escrito por António Laranjeira e musicado por André Teixeira. É aí que Francisco Moreira nos diz como se entrega ao Fado e como não tem pressa de fazer o seu caminho, que tem sido sempre pautado por passos seguros que acompanham o seu crescimento como pessoa e como artista.

Sem olvidar toda a sua discografia anterior, este novo álbum é definitivamente aquele que marca a consolidação de uma carreira brilhante, em que Francisco Moreira não esquece o seu passado, mas tem os olhos postos num futuro solidamente construído com um sentido estético irrepreensível e uma voz jovem, segura e muito madura.

Foto:D.R.

Publicidade