Firgun lança single ''Mandrião'' em formato digital a 29 de maio

Mandrião é o novo single de Firgun. Resulta de uma crítica acesa de Firgun à sua própria inércia e acaba por se converter num apelo em voz alta e sem rodeios à ação do seu ouvinte. É um verdadeiro hino ao indolente que diz querer abraçar causas e assumir amores mas nunca supera a letargia. É, sem tirar nem pôr, uma tentativa bem sucedida de cantar algo que ouvimos o mais simples popular dizer: "quem quer arranja maneira."

Enquanto a mensagem vai progredindo para um tom cada vez mais direto e se torna cada vez mais claro o repúdio do autor pela falta de vontade de ser e agir , o ritmo da música vai acelerando até culminar em "Ó, seu mandrião, vais mexer o corpo ou não?". O refrão é o clímax do desabafo, a síntese de tudo o que foi dito, e acrescenta à letra a chave para a entender. Pretende transmitir a ideia de que a vontade requer ação e que sem ação, nem o amor, nem as causas, nem o ser, nem o não ser são possíveis e, ainda que agir possa ser pura e simplesmente decidir algo, é crucial para que possamos ser a manifestação das nossas vontades e a vontade de quem nos quer na sua vida. Sem ação não há felicidade e é a inação que faz de qualquer mandrião um infeliz.

"Firgun" é (em hebraico moderno) uma palavra com origem no Yiddish. Esta traduz a ideia de se sentir feliz com o sucesso de alguém; significa compartilhar ou contribuir para o prazer ou destino de alguém, com generosidade e sem ciúmes ou inveja. É, na base de tudo, um sentimento... E é exactamente isso que Firgun procura com a sua música. 

Farol Música