Deutsche Grammophon anuncia lançamento de ''Voyager: Essential Max Richter''

A 4 de outubro a Deutsche Grammophon irá editar "VOYAGER: ESSENTIAL MAX RICHTER", a primeira coletânea da obra do aclamado compositor britânico. A coletânea de 33 temas estará disponível como um duplo CD e em formato digital e contém obras do vasto catálogo de Richter, incluindo de álbuns de estúdio como o aclamado "The Blue Notebooks", de 2004, "Recomposed by Max Richter: Vivaldi - The Four Seasons", de 2012, interpretado pelo violinista britânico Daniel Hope e pela reconhecida orquestra berlinense Konzerthaus Kammerorchester; ou "Sleep" (2015), obra magna de oito horas e meia. Deste lançamento fazem ainda parte dois temas bónus inéditos de "Sleep".

Além disso, esta antologia oferece uma seleção de música que Richter compôs para cinema e televisão, entre eles a série "The Leftovers" (2014), que venceu o International Film Music Critics Award de Melhor Banda Sonora Original para uma Série Televisiva, ou o filme "Mary Queen of Scots" que lhe deu o Hollywood Music in Media Award para Melhor Banda Sonora Original - Cinema.

"VOYAGER" contém música do projeto "Infra", de 2010, criado para a banda sonora homónima do ballet de Wayne McGregor , interpretado na Royal Opera House, em Londres, bem como uma versão de "In the Garden" - composição que originalmente fez parte de "Three Worlds: Music from Woolf Works" (2017), outra colaboração em ballet com McGregor - gravada nos Spotify Studios, em Nova Iorque. Também fazem parte "Mercy", gravada ao vivo no Meistersaal, em Berlim, pela célebre violinista norte-americana Hilary Hahn, e uma interpretação de "November" por Mari Samuelsen e que faz parte da estreia de Richter, em 2002, "Memoryhouse". A coletânea contém ainda notas de programa pelo escritor e crítico Wyndham Wallace.

Richter, licenciado pela Royal Academy of Music de Londres e ex-aluno de Luciano Berio, ganhou fama durante a década de 1990, afirmando-se inicialmente com o ensemble de música contemporânea Piano Circus, que o próprio cofundou, ampliando os seus horizontes ao se apresentar e compor para os grupos Future Sound Of London e Reprazent, de Roni Size, música já distinguido com o Mercury Prize. O seu álbum de estreia, "Memoryhouse", foi gravado com a BBC Philharmonic Orchestra, mas o seu impacto foi inicialmente tão limitado que o álbum já estava esgotado quando lançou o seu segundo álbum, "The Blue Notebooks", de 2004.

Com as suas primeiras gravações, Richter abriu um caminho, embora inadvertidamente, que foi rapidamente seguido por outros, persuadido de que não havia mais a necessidade de manter uma separação entre o que antes era considerado exclusivamente tradicional ou singularmente moderno. Desde então, já lançou outros seis álbuns de estúdio, além de gravar várias bandas sonoras para cinema e TV, tendo as suas composições não só aprimorado filmes de realizadores como Martin Scorsese, Denis Villenueve e Michael Winterbottom, mas também séries de TV como "Auschwitz: The Nazis And The Final Solution", documentário de 2005 da BBC, e "Nosedive", episódio de 2016 da série distópica "Black Mirror" de Charlie Brooker, realizado por Joe Wright. Além disso, Richter colaborou noutros campos, nomeadamente em instalações de arte, teatro e dança, trabalhando com Darren Almond, nomeado ao Turner Prize, com o Teatro Nacional da Escócia e - repetidamente - com o coreógrafo Wayne McGregor, atualmente coreógrafo residente do The Royal Ballet em Londres.

Tendo estabelecido ligações entre a música eletrónica e a clássica, Richter conseguiu algo que alterou completamente o panorama musical. "VOYAGER: ESSENTIAL MAX RICHTER" é um resumo vital e abrangente do trabalho influente deste inovador e inventivo compositor.

universal music

Publicidade