Dancefloor – Jump To The Drop fez furor no Altice Forum Braga - Confirmado o regresso em 2020

A 5ª edição do Dancefloor - Jump To The Drop fez furor para os milhares de festivaleiros que, durante os dias 26 e 27 de Julho, estiveram no Altice Forum Braga para festejar o que há de melhor para aproveitar na vida: amigos, diversão, felicidade e principalmente o amor comum à música.

O único festival indoor de música eletrónica a ser realizado no Verão de 2019 em Portugal, foi demarcado por momentos inéditos e sets vibrantes, bem sincronizados e cheios de energia, inevitáveis para os pés dançantes e para os ouvidos dos clubbers que por ali passaram, nos dois dias do festival. Esta foi a maior edição do festival até agora que se pretende afirmar daqui em diante com, ainda melhores condições, mais lembranças, mais culturalidade, mais atividades e ações sociais e ecológicas e, obviamente, com o amor contínuo à música eletrónica e a vocês. Por isso, ravers, juntem as vossas bandeiras porque a edição de 2020 já está a ser planeada.

KSHMR
KSHMR

Num fim de semana cheio de surpresas e um cartaz de luxo composto por artistas de topo, como KSHMR que começou o espetáculo narrando as suas histórias, desenrolando um set cheio de power, marcado também pela apresentação de novas faixas, onde foi presente a sincronização do público, tanto no canto, como na dança; Deorro, o DJ/Produtor americano que voltou para expôr o seu nível de produção de alto calibre, ou Ran-D que fez vibrar os batimentos cardíacos do público, ao passar Zombie tornando o dancefloor numa missa para amantes da eletrónica pesada. Não esquecendo Tom Staar, num set cheio de groove, onde a plateia não parou de dançar e envolver-se ao som do artista inglês e Cesqeaux que fez muita gente soltar-se, livremente e feliz com a mescla de trap com hard.

A edição de Braga ficou assinalada também pela representação portuguesa no primeiro dia. Emídio Meireles,que abriu a pista da 5ª edição do Dancefloor, soube como arrebatar o público e abrir da melhor maneira o festival, com os sons de techno que passou. Mayze X Faria, a surpresa da noite, fortíssimos num novo registo marcado pelo tech-house. Kaiser-T, o DJ/Produtor da casa que soube como acompanhar estrondosamente bem o set que lhe antecedia, o de Ran-D, e terminando dessa forma o 1º dia do Dancefloor - Jump To The Drop. 

Kura
Kura

KURA, considerado por muitos um dos melhores da noite, apareceu validando toda a sua qualidade magnificente enquanto DJ/Produtor português no 2º dia do Dancefloor - Jump To The Drop; Yellow Claw deitaram abaixo o Altice Forum Braga com todo o seu clímax musical, surpreendendo com alguns IDs. Por sua vez Moksi apresentaram um set de se tirar o chapéu, retomando ao classic house e a Kim Kaey, a belíssima superestrela, de punho forte, aliada ao excelente reconhecimento pelo trabalho feito com vinil, apresentou um set carregado de boa vibe, com um tech-house muito apreciado pelo público, a comprovar que a criatividade feminina é definitivamente muito forte na área.

Gammer, um dos mais esperados também pelos espectadores da cena eletrónica, brindou-nos com ritmos acelerados e um pouco de scratch e Louis & Sly-R, os vencedores do concurso de DJs lançado pelo festival, iniciaram o 2º dia de atuações com Hardstyle fresco, e souberam como fidelizar o público. Já D-Block & S-Te-Fan, a dupla holandesa que encerrou o Dancefloor, com uma atuação "fogo", deixou o festival todo com os braços no ar e com vontade de que a noite nunca acabasse. 

De Braga para o Mundo, num misto de interculturalidadades, este evento foi supremo. Era inexplicável os sorrisos soltos que fluiam com as waves das músicas, ou os passos de dança que marcavam bem os mais de 130 bpm's, oscilados por grupos de amigos. Na edição de 2019, os dias 26 e 27 de julho vão estar, por muito tempo, presentes na nossa memória. 

Lénia Malaia | Fotos: Dance Floor - D.R.

Publicidade