Choque Frontal ao Vivo - Os melhores do ano são...

Esta quarta-feira, 27 de março, o programa Choque Frontal ao Vivo da rádio algarvia Alvor FM, entregou os prémios aos melhores do ano de 2018 distribuídos por sete categorias: melhor álbum nacional, melhor álbum Algarve, revelação nacional, revelação Algarve, melhor música Algarve, artes/ciências/cultura e desporto e mérito e excelência.

A cerimónia teve lugar no TEMPO - Teatro Municipal de Portimão e contou com a atuação dos artistas convidados: Iris, Lum, Reflect, Sickonce, Ricardo J. Martins, Filipe Cabeçadas, Fernando Leal, Dancenema e Grupo de Dança Contemporânea de Portimão.

"Espiritual" de Pedro Abrunhosa e "Mundu Nôbu" de Dino D' Santiago receberam os prémios de Melhor Álbum - Nacional e Algarve respetivamente e como não puderam estar presentes na cerimónia por motivos profissionais gravaram o vídeo de agradecimento onde revelaram o seu apoio a esta iniciativa que dá a conhecer o melhor da música nacional.

O prémio Revelação Música Nacional foi para Matay e "Barco de Papel" de Reflect ganhou o prémio de Melhor Música Algarve.

Fernando Leal recebeu o prémio Revelação Música - Algarve e a Universidade do Algarve foi galardoada com o prémio Artes, Ciências, Cultura e Desporto - Algarve.

O prémio Mérito e Excelência foi entregue à Instituição Refúgio Aboim Ascensão representada por Luís Villas Boas.

Os Prémios Choque Frontal ao Vivo foram idealizados com o principal objetivo de incentivar a atividade musical no Algarve e a nível nacional, não esquecendo os outros tipos de arte, como a dança ou a pintura.

Destaque para os quadros expostos no palco da autoria do artista algarvio João Sena que foram pintados propositadamente para esta iniciativa.

Esta é uma co-produção da Alvor FM e TEMPO com o apoio do Município e Freguesia de Portimão.

MAIS FOTOS NO FACEBOOK

Publicidade