''Beethoven – The New Complete Edition'' nas lojas a 8 de novembro

Para assinalar o 250.º aniversário do nascimento de Beethoven no próximo ano, a Deutsche Grammophon criou o mais completo conjunto das suas obras já lançadas. "Beethoven - The New Complete Edition", com curadoria em parceria com a Beethoven-Haus Bonn, tem o seu lançamento marcado para o dia 8 de novembro de 2019. O principal projeto da Deutsche Grammophon para o ano de Beethoven inclui mais de 175 horas de música - completo com novas gravações em estreia mundial - em 118 CDs, 3 discos Blu-ray audio e 2 DVDs, além de 16 álbuns digitais a serem lançados ao mesmo tempo. Esta caixa apresenta interpretações lendárias do incomparável catálogo de Beethoven na DG, juntamente com uma série de tesouros reunidos em colaboração com a Decca e outras editoras.

O pianista Lang Lang e o violinista Daniel Hope, porta-voz da "The New Complete Edition" e presidente da Beethoven-Haus Bonn, realizaram gravações para o volume "World Premieres & Rarities", que reflete o compromisso do projeto com a qualidade artística, sendo o volume que abrange com maior cobertura a música do compositor. Lang Lang gravou o Minueto em Dó, WoO 218, enquanto as contribuições de Hope incluem o fragmentário Duo para violino e violoncelo em Mi bemol (Unv 8), gravado com Daniel Müller-Schott, e o último pensamento musical de Beethoven, o majestoso Andante para quinteto de cordas, WoO 62, gravado com Müller-Schott, Ikki Opitz, Amihai Grosz e Tatjana Masurenko.

"Beethoven - The New Complete Edition" está concebido em torno de gravações de mais de 250 dos maiores intérpretes de Beethoven de todos os tempos, desde Karl Böhm a Alfred Brendel, Claudio Arrau ao Amadeus Quartet, Wilhelm Furtwängler a Dietrich Fischer-Dieskau, Emil Gilels a John Eliot Gardiner, Wilhelm Kempff a Herbert von Karajan, Yehudi Menuhin a Anne-Sophie Mutter, Murray Perahia a Maurizio Pollini. "The New Complete Edition" reúne nove volumes, abrindo com a música orquestral de Beethoven e abraçando tudo, desde partituras para ballet pouco conhecidas e arranjos para canções populares, até sonatas para piano e quartetos de cordas que definem o género. Ensaios e comentários editoriais especialmente encomendados pelos principais eruditos de Beethoven, entre os quais os professores Christine Siegert e Barry Cooper, servem como apoio nesta viagem pelo vasto universo criativo do compositor.

Entre os muitos destaques estão mais de 30 discos dedicados a interpretações alternativas, entre eles gravações de arquivos históricos e performances com instrumentos de época, incluindo as leituras de Sir John Eliot Gardiner das nove sinfonias; três discos Blu-ray áudio em som de 24 bits contendo o lendário ciclo sinfónico de 1962 de Karajan, a visão de Kempff de todas as Sonatas para piano e as gravações de referência de todos os Quartetos de cordas pelo Amadeus Quartet; e dois DVDs, o primeiro com "Fidelio", dirigida por Leonard Bernstein, e o segundo com as Sinfonias n.º 4 e 7, dirigidas por Carlos Kleiber.

Cada um dos nove volumes é acompanhado por um livro contendo extensas notas sobre o repertório, alinhamentos, textos cantados quando apropriado (em alemão e inglês) e detalhes abrangentes das gravações. Cada volume está distinguido por cores para facilitar a fruição desta obra aos ouvintes, que pode assim escolher partes individuais ou explorar tudo de um género específico, por exemplo, comparando interpretações de instrumentos modernos com outras baseadas em práticas de interpretação historicamente informadas.

Universal Music Portugal

Publicidade