Beethoven 250 | Junte-se à Deutsche Grammophon para um banquete de música

O mundo está prestes a celebrar o 250.º aniversário do nascimento de Ludwig van Beethoven. Como parte de uma ambiciosa campanha de aniversário, a Deutsche Grammophon e os seus artistas contribuirão para as festividades com uma série de eventos que acontecerão no dia 17 de dezembro de 2020 ou numa data próxima do seu aniversário. 

Max Richter - "Beethoven - Opus 2020": Inspirado pela homenagem não convencional de Stockhausen a Beethoven em "Opus 1970", o compositor britânico criou o seu próprio tributo na forma de uma nova obra orquestral intitulada "Beethoven - Opus 2020". Interpretada pela pianista Elisabeth Brauß com a Beethoven Orchester Bonn e o maestro Dirk Kaftan, a gravação será lançada digitalmente em todas as plataformas de streaming no dia 17 de dezembro. "Andante Loops" de Max Richter, uma peça para piano solo que deriva de "Opus 2020", será lançada a 11 de dezembro na Sala Beethoven da Apple Music.

Yellow Lounge Beethoven 250: Depois de uma longa pausa não planeada devido à pandemia global, a noite clássica de culto da Deutsche Grammophon está de volta. A última edição será realizada num local particularmente inusitado: a Beethoven-Haus Bonn. O pianista Seong-Jin Cho e o violoncelista Kian Soltani unirão forças com Christian Löffler na cidade natal de Beethoven no dia 12 de dezembro para interpretar um programa exclusivo que será transmitido ao vivo no canal da Deutsche Grammophon no YouTube.

"Shellac Project": O músico, produtor e artista visual alemão Christian Löffler apresenta uma homenagem eletrónica experimental a Beethoven. O artista retrabalhou gravações de algumas das obras orquestrais do compositor feitas pela Staatskapelle Berlin e pela Berliner Philharmoniker na década de 1920 para formar a base dos seus novos temas, que serão editados digitalmente a 27 de novembro. As gravações históricas digitalizadas e as recriações de Löffler fazem parte do "Shellac Project", uma iniciativa que parte de uma parceria com o Google Arts & Culture como parte das comemorações do 120.º aniversário da Deutsche Grammophon.

Krystian Zimerman no DG Stage: Quase três décadas depois de realizar a sua lendária gravação dos concertos para piano de Beethoven com a Wiener Philharmoniker e Leonard Bernstein, o pianista polaco Krystian Zimerman interpretará novamente o ciclo completo em dezembro com a Orquestra Sinfónica de Londres e Sir Simon Rattle. O feito de tocar todos os cinco concertos numa única maratona tornou-se uma tarefa altamente complexa devido às restrições atuais para viajar. No entanto, o projeto significa tanto para todos os envolvidos, que todos se comprometeram em garantir que ele se realize conforme foi planeado. Os espectadores poderão desfrutar dos concertos nos dias 17, 19 e 21 de dezembro no DG Stage - The Classical Concert Hall, o canal online da Deutsche Grammophon para concertos exclusivos. A gravação do ciclo de concertos será lançada digitalmente em dezembro e em CD e vinil em abril de 2021.

"The Final Symphony - A Beethoven Anthology": A DG associou-se à Z2 Comics para produzir uma novela gráfica inovadora que conta a história da vida de Beethoven, ilustrada por artistas mundialmente famosos. Com contribuições de Max Richter, da pianista Alice Sara Ott e da violinista Ezinma, o livro será publicado em dezembro de 2020.

À medida que as festividades de Beethoven em 2020 chegam ao fim, a Deutsche Grammophon pode olhar para trás numa longa e orgulhosa associação com a música do compositor. Em 1913, o selo produziu uma gravação da Quinta Sinfonia com a Berliner Philharmoniker e Arthur Nikisch. Onze décadas depois, lançou a sua campanha do 250.º aniversário sob o slogan "PLAY ON!" e lançou, entre outros lançamentos, "BEETHOVEN - THE NEW COMPLETE EDITION", criada como parte de uma colaboração exclusiva com a Beethoven-Haus Bonn. Os artistas da Deutsche Grammophon prestaram os seus próprios tributos pessoais na forma de gravações excecionais, refletindo a profundidade e a amplitude do repertório intemporal e abrangente do compositor. Com aproximadamente 60 mil minutos até ao momento - o que equivale a cerca de 40 dias de escuta - a Deutsche Grammophon gravou mais música de Beethoven do que qualquer outra editora.

Resumindo a importância de Beethoven no mundo de hoje, a violinista Anne-Sophie Mutter diz: "A ideia de que podemos e devemos viver em comunhão é, para mim, a sua maior conquista. Isso é o que o torna um mensageiro do passado que aponta o caminho para um futuro melhor."

Já o maestro, pianista e ativista Daniel Barenboim destaca os desafios enfrentados por quem interpreta a música do compositor: "Ele força-te a ir para a fronteira, para o precipício e depois para o abismo. Isso requer uma enorme coragem."

universal music