Álbum de estreia de Gonçalo Guerra já disponível

O jovem cantor e compositor Gonçalo Guerra lançou em janeiro o seu álbum de estreia. Todos os temas têm letra de sua autoria e música também de Gonçalo Guerra e de Vítor Silva.
Os dois gravaram todas as partes instrumentais neste disco e a produção esteve a cargo, como habitualmente, de Vítor Silva.
O tema que abre o álbum, "Senta-te Aqui", é também o single que acompanha este lançamento apenas disponível nas plataformas digitais e já roda nas rádios portuguesas, sendo assim o quarto single extraído deste álbum, sucedendo a "Tudo O Que És" (Dez 2016), "Nós Ficámos" (Abr 2017) e "Penso Em Ti" (Jun 2018) que fez também parte da banda sonora da telenovela"Jogo Duplo" transmitida diariamente na TVI, em Prime Time.
Todos estes temas estão incluídos neste seu álbum de estreia.

Gonçalo é um artista improvável. Pragmático e exemplar que é, tinha um trajecto já estruturado. Pôs a guitarra de lado, licenciou-se em Engenharia de Energias e preparava já a possibilidade de fazer um mestrado "lá fora" não fosse por um factor imprevisível. Tem uma paixão e um desmedido talento musical.
Foi nessa altura, há cerca de dois anos, que o jovem de Trás-os-Montes, indeciso sobre o seu futuro, decidiu visitar o irmão a Londres e ali no chão da sua cozinha rascunhou o seu primeiro tema. E, de repente, tudo fez sentido.
Para Gonçalo, compor é aceitar e nutrir essa imprevisibilidade. Levanta-se da cama e deixa-se levar pelos seus próprios pensamentos. Uma disciplina que rapidamente se tornou no seu modus operandi. Desde então, já são mais de 30 canções que escreveu desde que decidiu voltar a pegar na guitarra.
Determinado em perseguir o seu sonho, saiu da terra que o viu crescer e mudou-se para o Porto, embora continue a dizer compenetrado, "Sou transmontano". Pode soar trivial, mas não é. Foi ali em Pedras Salgadas que teve o primeiro contacto com a música, onde pegou na sua primeira guitarra acústica e viu uma loop station a ser utilizada por um artista nas festas da vila. Ocasiões de infância que deixaram a sua marca na parte de trás da nuca.
Já crescido, foi no Porto onde gravou a sua primeira maquete, juntamente com o prolífero produtor Cláudio Tavares, nos Estúdios Sá da Bandeira. Esta nova etapa na sua carreira permitiu a Gonçalo aprender e crescer como artista. Deixou de ser o rapaz que gravava as suas composições numa mesa de mistura com entrada USB que tinha no quarto. Ouvinte assíduo de Miguel Araújo e Os Azeitonas, duas das suas referências musicais, decidiu estabelecer contacto com a Warner Music Portugal, que acabou por juntá-lo ao produtor Vítor Silva, com quem criou muito rapidamente uma profunda amizade e cumplicidade.
Juntos conseguiram superar um novo desafio. Pegar no material que Gonçalo juntou ao longo dos últimos dois anos e engradecer tanto a sua mensagem como a sua mestria na guitarra e loop station.

Warner Music

Pub.