Loulé recebeu a 16ª edição do Festival MED

Os amantes das músicas do mundo puderam vivenciar três dias verdadeiramente frenéticos, entre 27 e 30 de junho, naquela que foi a 16.ª edição do Festival MED. Com um alinhamento de elevada qualidade, sonoridades únicas, espetáculos "fora da caixa" e uma animação repleta de surpresas para quem percorreu os cantos e recantos da Zona Histórica de Loulé. Este evento teve este ano uma das suas mais reconhecidas edições, com o público a ser unânime nos elogios ao alinhamento musical e às novidades introduzidas.

Os Tubarões, Camané com Mário Laginha, Marcelo D2, Gato Preto, Dead Combo, Gisela João, Diabo na Cruz, Ricardo Ribeiro, Elisa Rodrigues e Marinah foram alguns dos grandes dos nomes do mundo da música que passaram pelos palcos do Festival MED, com especial destaque para o "filho da terra" Dino D'Santiago que atuou, emocionado, perante a família, amigos de infância, conterrâneos e muitos outros que quiseram dançar ao ritmo dos sons contagiantes que misturam a raiz cabo-verdiana à música eletrónica.

A título de balanço, Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé, sublinhou o facto de esta ter sido uma das edições de maior sucesso. "Estamos todos de parabéns porque esta é talvez a edição do MED com a maior assistência que alguma vez tivemos. Vimos espetáculos maravilhosos nos diversos palcos, sempre com grandes assistências. A festa num país e num festival mediterrânico, com noites destas, só pode atrair as pessoas e fazê-las felizes", afirmou o autarca, em mais um ano de excelência da história do Festival MED.

Pelas ruas do centro histórico de Loulé milhares de pessoas tiveram ainda a oportunidade de ver exposições, arte de rua, artesanato e a gastronomia típica de vários países. Mais uma vez o Festival MED foi sinónimo de boa organização e um excelente cartaz musical.

Publicidade