RICARDO DE SÁ - Álbum ''Histórias'' já disponível nas lojas digitais

18-12-2014 01:44

Ricardo de Sá

“Histórias”

Disponível nas lojas digitais
Entrada direta para o 10º Lugar no Top iTunes 200 Álbuns

RICARDO DE SÀ SOM DIRETO

Ricardo de Sá, desde cedo percebeu que a sua vida iria ter rumo ao mundo artístico. Percebeu que tinha uma paixão e vocação enorme pela representação e pela música. Dividido entre estes dois mundos a sua aventura artística começou no palco, no teatro...

 

Na televisão estreou-se com uma popular prestação de dois anos na série “Morangos com Açúcar 7 e 8” com o cómico Leo onde acabou por ser reconhecido com um prémio de melhor ator de série da televisão nacional.  Depois disso teve o desafio de representar o drama e a gaguez de Tomé na novela “Doce Tentação”; encarnou a personagem do mecânico de bairro Sérgio que traficou droga para sustentar a família na novela “Mundo ao Contrário”; integrou o elenco da série de “Água de Mar” com o bem disposto Manuel .

 

No cinema estreou-se com duas curtas metragens; “Carne” e “O Inferno”; bastante aclamadas em festivais de cinema nacionais e internacionais tal foi o sucesso que foi distinguido com o prémio de cinema Novos Talentos Fnac; Foi também um dos protagonistas de “Morangos com Açúcar - O Filme”, um dos filmes portugueses mais vistos até hoje com cerca de 300mil espectadores.

 

Na música estreou-se ao vivo em 8 concertos esgotados nos Coliseus de Lisboa e Porto com o elenco de “Morangos com Açúcar – Vive o teu talento” e entretanto teve também uma participação brilhante no talent-show “A Tua Cara Não Me É Estranha”.

 

 “Histórias” é uma viagem musical pelo mundo de Ricardo e pretende descrever os capítulos mais marcantes da sua vida pessoal. Com uma linguagem POP e com influências Folk, Funk, Gospel, Soul, Hip-Hop, R&B e Reggae é bastante notória a existência de vários universos.

 

“R.E.A.L” é o primeiro single do álbum e o tema pretende chamar a atenção para as diferentes realidades numa relação entre duas pessoas, que as pessoas nem sempre são o que parecem ser, que por vezes o que nós vemos e sentimos pode até não ser real.