PEDRO ABRUNHOSA - Novo disco tem as participações especiais de Camané e Duquende

16-11-2013 00:50

‘Contramão’, o novo disco de Pedro Abrunhosa, previsto editar a 2 de Dezembro, conta com as participações especiais de Camané e Duquende. 

Camané dispensa apresentações, é um dos mais geniais fadistas da sua geração. “Camané é a voz de dentro, da obscuridade da alma e da translucidez urbana. Acho que o fado é a mistura destas duas virtudes. Muitas foram as vezes que percorri o país apenas para o ouvir. Mágico, humilde, ‘encontador’ de histórias, sempre saí dos seus espectáculos, como dos seus discos, com a dor atenuada e uma vontade imensa de, um dia, escrever para ele, interpretar com ele e ficar em silêncio a escutá-lo”, diz Abrunhosa.

De Duquende, afirmou Paco de Lucia: ‘En Barcelona tenéis un monstruo, Duquende, que posee la magia del cante, inspiración y técnica." Com uma carreira longa (o seu primeiro disco data de 1988), Duquende tem no seu currículo colaborações com grandes nomes do flamenco, casos de Juan Carmona, Juan Gómez, Paco de Lucia e Vicente Amigo. Fazer um dueto com um flamenquista e com Duquende em particular era, para Pedro Abrunhosa, um sonho antigo agora tornado realidade. 

“Nos anos 80, quando estudei em Sevillha, era já um apaixonado do Flamenco. Não o flamenco de casino. O da terra, da planície Andaluz. Uma noite, com o meu professor de contrabaixo, fomos a um espectáculo de Camarón e Tomatito numa igreja de Alcalá de Guadaira. Foi dos momentos mais intensos da minha vida enquanto músico. Quando Camarón morreu, ascendeu ao seu lugar Duquende. A voz, a densidade, a terra e o grão na voz eram uma quase reincarnação. Duquende canta como se cada frase fosse a última que irá dizer. Nessa entrega absoluta, sempre revi no Flamenco, em Duquende, a força da Soul de Otis Redding, de James Brown. Tê-lo no meu disco é o símbolo do quanto a Música constrói e agrega num território de séculos onde o passaporte é a capacidade de nos deixarmos comover.”

Em ‘Saudade É/ Saudade És’ a direcção vocal esteve a cargo de Pepe de Lucia.

Nas gravações do disco, co-produzido por Pedro Abrunhosa e João Bessa, estiveram ainda envolvidos, para além dos Comité Caviar, o Saint Dominic Choir (Coro Gospel dirigido por João Castro), o Quarteto de Cordas de Matosinhos (dirigido por Pedro Moreira) e Mário Barreiros.

Entretanto, o novo single, ‘Voámos em Contramão’ já está disponível em todas as plataformas digitais:
iTunes
Spotify
Music Box

PEDRO ABRUNHOSA SOM DIRETO

Universal Music Portugal