PEDRO ABRUNHOSA - 20 Anos de ''Viagens'' terão reedição com áudio masterizado e documentário

31-10-2014 01:36
A reedição chega às lojas a 8 de Dezembro, no ano em que se comemoram os 20 anos da sua edição original.É a celebração de uma data redonda, editada num ano em que Pedro Abrunhosa tocou para mais de 200 mil pessoas, na tour sempre esgotada de "Contramão" (o mais recente álbum editado em 2013) e em que anunciou "INTEIRO", o novo espetáculo, agendado para o início de 2015 nas maiores salas do país: Coliseu do Porto (30 e 31 Janeiro), Meo Arena (7 de Fevereiro) e Multiusos Guimarães (14 de Fevereiro). A digressão "INTEIRO" começa no mítico Olympia, em Paris, a 16 de Janeiro e no dia seguinte, no Rockhal, no Luxemburgo.
 
Escreve Nuno Galopim, no texto que acompanha "Viagens 20 Anos": "O disco é um marco na história da música portuguesa. Nasce no mesmo ano em que o hip hop made in Portugal chega aos discos – não só com Viagens, mas também com o EP de estreia dos Da Weasel, um CD single de General D e a antologia Rapública. Estabelece pontes não apenas com o jazz (e as suas várias expressões mais recentes, do jazz hip hop (de É Preciso Ter Calma) ao acid jazz (em Mais Perto do Céu), mas também com o funk (que domina a pulsação irresistível de Não Posso + ou Socorro), assimilações da house (visíveis, por exemplo, em Estrada), uma matriz clássica da canção pop (que se revela em Lua) e um domínio da balada (emViagens ou Tudo o Que Eu te Dou), mas sempre numa perspetiva cantautoral que deixa evidente a personalidade de quem escreve as canções que canta. A voz assim não é apenas a que se escuta, mas também a que pensou o que nos diz."
 
A reedição "Viagens 20 Anos" chega às lojas no seu formato físico acompanhada por um DVD com um documentário, realizado pela Mínima Ideia, que ao longo de quase 70 minutos entrevista pessoas chave escolhidas por terem acompanhado de perto a criação deste disco, recuperando imagens de arquivo. O CD inclui o álbum "Viagens", e como extras o tema "Talvez Foder" e três remisturas originalmente incluídas no EP F (editado um ano após a edição de ‘Viagens’). Todo o áudio foi remasterizado por Ray Staff, que masterizou álbuns como "Aladdin Sane" e "Ziggy Stardust" do David Bowie, "It´S Only Rock `N Roll´ dos The Rolling Stones ou a edição comemorativa do 25º aniversário do "London Calling" dos The Clash. A edição será em digipack, com artwork revisto, e booklet de 24 páginas.
 
"Quando, na primavera de 94, É Preciso Ter Calma e Não Posso + chegaram às rádios, transportavam um sabor a descoberta de algo de novo que aqui acontecia. Pela sonoridade inédita entre nós, pela própria força das canções, pelo técnico que a produção afinara havia ali algo que fazia a diferença. Quando o álbum chegou, pouco depois, a surpresa começou a fazer-se familiaridade. E chegados a dezembro aquelas canções tinham definido a banda sonora do seu tempo. Vinte anos passados recordam um episódio com estatuto de "clássico", que ganhou voz naquele momento em que uma visão estética e uma consciência ética se juntaram com vontade de partilhar", escreve ainda Nuno Galopim, concluindo: "E quebrou-se o silêncio."
 

Universal Music Portugal