Guitarrista MANUEL DE OLIVEIRA | 14 de Julho | Cineteatro D. João V

11-07-2018 01:49

O Cineteatro D. João V, na Damaia, recebe no próximo sábado 14 de julho às 21h30m, o excecional guitarrista Manuel de Oliveira. Nesta noite única, o músico, compositor e talentoso executante, percorre e sintetiza uma carreira verdadeiramente singular em que os reflexos da alma ibérica se fundem e reencontram para construir paisagens musicais verdadeiramente únicas e surpreendentes.

Com um riquíssimo e diversificado percurso, dentro e “fora de portas” Manuel de Oliveira partilhou o palco com artistas como Dulce Pontes, Diana Krall, Chick Corea, Brad Mehldau ou Compay Segundo, entre muitos outros. Ao longo deste sólido caminho, com apenas dezasseis anos, realiza uma série de concertos pela Alemanha e inicia o projeto “Mediterrâneo”. Em Itália, grava o disco “Praça de Santiago” com o quarteto de metais de Paolo Conte.
Participa nas comemorações de “Brasil 500 anos” esgotando três salas em dias consecutivos, na cidade de Niteroi e encerra o “Tourcoing Jazz Festival”, em França, com a Orquestra Aragon. Em 1999 realiza uma tour por Itália com destaque para o “Jazz In It”, em Vignola, com Richard Galliano, e “Trait d`uni ne European Musical Relations 99”, na Sicília.
Em 2000, com “Ibéria”, Manuel de Oliveira é considerado um “Novo Talento Fnac” e convidado pela cantora e compositora Dulce Pontes a integrar a tournée “Primeiro Canto” como convidado especial. Seguem-se concertos em Portugal e a presença num dos festivais de jazz mais importantes da Europa, “Emociona Jazz!!”, em Madrid, onde esgota o Auditório Conde Duque. Em 2004 volta aos palcos para a tournée mundial de “Focus”, álbum de Dulce Pontes e Ennio Morricone, e inicia a preparação do trabalho, "AMARTE", vocacionado para uma expressão musical baseada na fusão ibérica.
Com “AMARTE” e os Mediterrâneo, Manuel d´Oliveira percorre os principais auditórios do país e festivais internacionais tais como "Saltafolc", em Girona, e "Ollin Kan", na Cidade do México.
"AMARTE", editado pela Harmonia Mundi, é distribuído pela World Village em Portugal, Espanha, França, Alemanha e Inglaterra.
Em 2009, Manuel de Oliveira integra o Festival Andar Per Música, em Itália e Festival de Paredes de Coura e cria o projeto de homenagem ao Duo Ouro Negro, “MUXIMA”. O trabalho chega ao 3º lugar do Top nacional de vendas e a tournée percorre o país terminando na emblemática Sala Suggia na Casa da Música, Porto.
Segue-se nova tour por Itália e com recitais em Milão, Bergamo, Verona, Ancona, Dalmine, Gandino e Francia Corta. A ampla abrangência da sua atividade musical revela-se também com “Sou do Fado”, espetáculo da Companhia de Dança contemporânea de Sintra que estreia no Theatre D’Esch em Luxemburgo e na conceção e produção da cerimónia oficial de abertura de Guimarães 2012, Capital Europeia da Cultura. O projeto intitulado “Os Nossos Afetos”, contou com a produção, direção criativa e composição de todas as obras musicais de Manuel de Oliveira. Pelo palco passaram artistas como Rão Kyao, Cristina Branco e Chico César. Sempre sob esta perspetiva da fusão entre várias regiões musicais, criou com Rão Kyao o projeto “ANIMA”. Mais recentemente apresentou em Portugal e em diversos países europeus o projeto Fado Iberia, com Cristiana Águas e, entre diversos projetos que desenvolve, apresentou-se com João Frade e Susana Travassos num admirável espetáculo de fusão que junta raízes, estilos e sensibilidades de uma forma genuinamente única.

Pub.