GISELA JOÃO e CARLOS DO CARMO no Festival de Fado em Guimarães

15-07-2014 01:32

Esta sexta-feira e sábado, a praça da Plataforma das Artes e da Criatividade acolhe a 2ª edição do Festival de Fado. O magnífico edifício da cidade de Guimarães serve de cenário para dois espetáculos de enorme qualidade, que trazem à cidade dois grandes intérpretes: Gisela João e Carlos do Carmo. Sem dúvida, uma oportunidade imperdível de ver, ao vivo, duas gerações que representam e cantam o espírito lusitano, numa altura em que Carlos do Carmo acaba de ser agraciado com um Grammy.

 

Na sexta-feira (18 de julho), às 22h00, e com a belíssima praça da Plataforma das Artes como pano de fundo, Gisela João atua em Guimarães comprovando os atributos que a consagram como a grande aposta da nova geração do Fado. 2013 foi um ano de excelência para a fadista que, depois de ter obtido as melhores críticas com o seu disco de estreia, lançado em julho do ano passado, vê consagrado o seu talento ao conquistar o Globo de Ouro para Melhor Intérprete Individual. Francisco Vasconcelos, presidente da Valentim de Carvalho, arrisca mesmo a dizer que “há um fado antes da Gisela João e há um fado depois da Gisela João”. Também Camané, que vê na jovem artista tudo o que o Fado deve ser, acredita que o primeiro disco de Gisela foi tratado com o respeito que o seu talento merece, prevendo o início de uma bela e longa carreira. Gisela João sobe ao palco em Guimarães com a simplicidade e meninice a que já habituou o público, mas com a voz e alma de mulher fadista que vai certamente comover os aficionados desta arte tão portuguesa.

 

No sábado (19 de julho), às 22h00, o Festival de Fado tem como protagonista o enorme Carlos do Carmo, recentemente galardoado com um Grammy, uma distinção única nunca conseguida por um músico português. Com mais de 50 anos de carreira, figura maior do panorama fadista, Carlos do Carmo vem a Guimarães mostrar uma alma que se alimenta de Fado, cantar um povo inteiro com a sua voz inconfundível acompanhada pelo choro da guitarra portuguesa. Carlos do Carmo é um dos mais genuínos e populares fadistas da sua geração, continuando a maravilhar o público depois de tantos anos de palco. Na sua voz, andam de mãos dadas a saudade, os amores não correspondidos, a solidão, a primavera com as andorinhas e os “putos” de Portugal com a esperança e o futuro. Em Guimarães, Carlos do Carmo promete um concerto que irá comover o público com a profundidade da sua voz que verte a essência lusitana.

 

À semelhança da 1ª edição deste Festival, não faltará também o Fado Vadio no palco secundário, onde atuarão alguns fadistas das casas típicas de Lisboa, antes e depois dos espetáculos principais. O público poderá participar nesta mostra de Fado Vadio, partilhando as suas músicas com todos os presentes. As Tasquinhas montadas na praça da Plataforma das Artes farão as delícias do público, com bons petiscos tradicionais.

GISELA JOÃO SOM DIRETO