DEAD COMBO iniciam digressão com ''A Bunch of Meninos'' no CCVF - Guimarães

27-02-2014 12:15

O início do mês de março é marcado pela edição do novo álbum dos Dead Combo, mas é em Guimarães que ele poderá ser ouvido pela primeira vez, mesmo antes de chegar às lojas. “A Bunch of Meninos” vai ser editado no dia 10 de março mas, para apresentar o novo registo, a dupla de Tó Trips e Pedro Gonçalves faz as malas e parte para uma digressão nacional que arranca a 08 de março no Centro Cultural Vila Flor. Este concerto imperdível acontece às 22h00 no Grande Auditório.

 

Depois de um 2013 inesquecível, marcado pelas comemorações de uma década de carreira, os Dead Combo estão assim de volta aos álbuns. “A Bunch of Meninos”, o quinto álbum de originais da banda, é composto por 13 novas canções, assinadas integralmente por Tó Trips e Pedro Gonçalves”, e foi gravado em setembro de 2013 nos Atlantic Blue Studios. Produzido por Hélder Nelson e pelos Dead Combo, o álbum conta com as participações especiais de Alexandre Frazão (bateria e percussão) e António Serginho (percussão).“A Bunch of Meninos” é a narração de uma aventura de perseguição e sobrevivência, misto de dura realidade e estranho sonho, passado numa qualquer cidade sinuosa e cinzenta, como fica demonstrado no texto de Pedro Gonçalves que acompanha o disco.

 

Banda constituída por Tó Trips e Pedro Gonçalves, os Dead Combo nasceram em 2003. Os seus membros conheceram-se em 2001, no final de um concerto a solo de Howe Gelb. Logo surgiu a ideia de gravarem um álbum em tributo ao génio da guitarra portuguesa, Carlos Paredes. Este foi o início da banda que já ganhou prémios como “Disco da Década” e várias vezes “Disco do Ano”. Em 2004, viriam a lançar o seu álbum de estreia, “Vol.1”, cuja sonoridade inovadora foi recebida com entusiasmo pela crítica portuguesa e em particular pelo falecido Charlie Gillett (BBC Radio), que nomeou também “Vol.2 - Quando a Alma Não é Pequena”, segundo álbum de estúdio do grupo.

 

Em 2006, os Dead Combo compuseram a banda sonora original para o filme “Slightly Smaller Than Indiana”, de Daniel Blaufuks. “Lusitânia Playboys” foi o terceiro álbum de estúdio da banda e uma grande produção, em comparação com os dois álbuns anteriores. Lançado em 2008, incluiu convidados notáveis como Howe Gelb, Kid Congo Powers, Carlos Bica, Alexandre Frazão e muitos mais, recebendo igualmente o prémio “Disco do Ano” por parte de diversas publicações. Foi premiado com a distinção “Álbum da Década” pelo jornal Expresso. Em 2009, lançaram o seu primeiro álbum ao vivo “Live Hot Clube” gravado no mítico clube de jazz Hot Clube de Portugal. “Dead Combo & Royal Orquestra das Caveiras”, o DVD ao vivo lançado em 2010, leva a música do grupo para um outro nível.

 

Em outubro de 2011, lançam “Lisboa Mulata”, álbum nomeado para o Prémio Autores, da Sociedade Portuguesa de Autores na categoria de “Melhor Disco – Música”. Com este registo, os Dead Combo viram reconhecido o seu trabalho dentro e fora de Portugal (nos Estados Unidos da América viram 4 das suas músicas nas primeiras 10 do TOP do iTunes Americano). Na Europa, o reconhecimento dos Dead Combo é também já uma realidade, com concertos em França, Espanha, Reino Unido e Alemanha. No final de 2013, os Dead Combo voltaram a estúdio para gravar “A Bunch of Meninos”, trabalho que promete levar esta jornada a outro patamar.

 

Os ingressos para este concerto em Guimarães encontram-se disponíveis por 10,00 ou 7,50 euros com desconto, podendo ser adquiridos no Centro Cultural Vila Flor e na Plataforma das Artes e da Criatividade, bem como em www.ccvf.pt, nas lojas Fnac, El Corte Inglés, Worten, entre outros locais.

 

DEAD COMBO Bunch of Meninos