CARLOS ALBERTO MONIZ apresenta ''Resistir de Novo''

14-03-2014 02:01

Comemoram- se este ano 40 anos do 25 de Abril.
A Revolução Dos Cravos vai ser assinalada portanto com diversas acções culturais.

 
A Ovação em parceria com Carlos Alberto Moniz e com a Associação 25 de Abril apresenta esta edição especial. Composta por um CD e um livro, o projecto celebra com dignidade esta data histórica.

 

CARLOS ALBERTO MONIZ  


Carlos Alberto Moniz, cantor, apresentador de televisão, produtor de rádio, maestro, músico e compositor, editou já quase meia centena de discos. Percursos musicais diversos, vincadamente diferentes dada a sua raíz cultural e musical. No entanto todos atingiram um assinalável destaque e sucesso no panorama musical nacional.
Companheiro musical de Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira e Carlos Paredes, em Junho de 2003 Carlos Alberto Moniz foi agraciado por Sua Excelência o Presidente da República Dr Jorge Sampaio com o Grau de Comendador da Ordem de Mérito.
 
Carlos Alberto Moniz, uma das vozes emblemáticas de Abril, compôs e produziu para esta edição algumas canções inéditas e dirigiu musicalmente novos arranjos para algumas das mais conhecidas músicas de Abril a que ele próprio deu voz.
 
Esta edição comemorativa, única e exclusiva, é ilustrada com alguns documentos exclusivos e fotografias raras sendo que a canção inédita “Resistir de Novo”, será o Hino Oficial da Associação 25 de Abril para todas as comemorações dos 40 Anos do 25 de Abril.
A canção foi escrita por Jose Jorge Letria que assina neste disco outras obras: E Um Dia Fez- se Abril e As Mulheres na República.
 
Outros Autores são aqui homenageados: José Afonso nas canções Canto Moço, Qualquer Dia e Os Vampiros, António Macedo Canta Amigo Canta, António Portugal e Manuel Alegre Trova do Vento que Passa, José Gomes Ferreira e Fernando Lopes Graça Jornada, Manuel Freire Livre, Rui Paz e Sophia de Mello Breyner Cantata da Paz, Leonel Neves e Luis Góis É Preciso Acreditar, José Mário Branco Mariazinha e Manuel Alberto Valente e Alfredo Vieira de Sousa, autores de Ao que isto chegou.
 
Há que destacar as colaborações de grandes músicos que aqui deixaram registos grandiosos, O Guitarrista Rui Pato (acompanhou José Afonso durante a sua carreira), Edu Miranda no Bandolim, Quarteto Lopes Graça, Coro Lopes Graça da Academia Amadores Música dirigido pelo Maestro José Robert, Andre Sarbib (órgão), guitarras de Coimbra tocadas por Antonio Andias e Durval Moreirinhas, a Banda Filarmónica Progresso Matos Galamba de Alcácer do Sal dirigida pelo Maestro Joao Neves, Joao Paulo Esteves da Silva (piano), Arnaldo Fonseca 'Nocas' (acordeão), José Barros (viola braguesa) e José Mário Branco (guitarra clássica).
 
O livro que se junta ao CD, constitui um documento histórico sobre o 25 de Abril e inclui ainda textos especificamente escritos para esta obra da autoria de:
Coronel Vasco Lourenço (Presidente da Associação 25 de Abril)
José Jorge Letria (poeta, escritor, cantor/compositor actual Presidente da Sociedade Portuguesa de Autores)
Joao Paulo Guerra (jornalista, realizador e produtor de rádio)